Home As mais lidas
Amizade ziguezagueante Imprimir E-mail
Escrito por Administrador   
Seg, 27 de Fevereiro de 2006 15:37

Pois a Verinha contou a sua participação no tal "desfile da Mazer". Uma Piadinha verídica!, segundo ela. Ficar pendurado no beiral de um hangar de uns 10 metros de altura e ser resgatado pelos bombeiros certamente não é nenhuma piada. Mas em se tratando da Verinha...

Ao ler o artigo, o Casimiro mais do que depressa escreveu um e-mail para o Grupo Albatroz, no Yahoo!, justificando o mico que foi aquele lançamento: "Sócinha não fique muito brava quanto ao lançamento, pois o vento no Bacacheri é um pouco traiçoeiro... hahaha". E ela: "Tudo bem Casimiro, para bom entendedor valeu. O vento hahaha. Os ventos às vezes são inconvenientes. Deixe-me contar o 'poder do vento' no meu primeiro salto.

"Éramos uma turma de mais ou menos 15 pessoas, e o nosso instrutor era o Jurandir, pai do 'Pedrinho Hilú'. Eu era a única 'mocinha' e 'inocente' da turma, imaginem. Eles fizeram todo tipo de aposta de que eu não saltaria. Pois bem, ao chegar o dia do lançamento, saíram a 1º e a 2º decolagem e dois retornaram. Não é preciso nem dizer que as apostas dobraram. A Rose, discreta como sempre, me disse: 'salte sem receio e se tiver alguma emergência saiba proceder'. Valeu!

"Na 3º decolagem, lá fui eu. Ao entrar na reta o instrutor falou: 'vá indo para a porta', e eu, sem olhar para baixo, ou sequer para os lados, me locomovi rapidamente e ME LANCEI. Fui aterrar lá do outro lado da BR, onde era o Hotel Iguaçu, hoje Hospital Vita, no meio de um bosque. Só me lembrei que tinha que ficar toda enroladinha para não enroscar nas árvores. Foi sensacional! Acredito que o Jura pensou que eu ia ter alguma forma de resistência e se adiantou demais. Até chegar a equipe de terra fiquei curtindo o salto, vendo o aviãozinho para lá e para cá, naquele silêncio maravilhoso, com o cantar dos pássaros, sentindo a plenitude do salto e da vida!

"Vocês não acham que eles deviam ter apostado que o último lugar em que eu chegaria seria o "alvo"? Só sei dizer que foi um tremendo prejuízo em cervejas. Parece que até um mês depois do salto tinha gente tomando cerveja de graça hahaha.

"Hoje me vêm à lembrança os dias que todos passamos em verdadeira paz, saúde, mocidade, amizade ZIGUEZAGUEANTE, e mais esperançosos de nós mesmos...

"Um abraço a todos!"

Quem a tirou do "transe" do primeiro salto parece que foi o Osmar Ling. Ele escreveu:

"Pois é, eu me recordo perfeitamente do seu primeiro salto. Eu era chefe da equipe de terra e fui buscá-la. Só não me recordo quem foi junto comigo. Ao ver você indo para o lado da BR, saí correndo, olhando para cima para ver aonde você ia e não vi o banhado que tem lá (ou melhor dizendo: tinha) e acabei caindo nele. Eu queria ter uma máquina fotográfica na hora em que a encontrei, para registrar a sua fisionomia de encantamento pelo salto. Confesso que eu estava preocupado, pensando que você tivesse caído em cima das árvores.

"É Vera, foram momentos inesquecíveis de nossas vidas."

Existem pessoas, como a Vera, que sempre fazem uma bela limonada com os limões que a vida lhes oferece. A receita é simples, mas nem todos conseguem o açúcar.

Comentários

Nome *
Email (Para verificação e respostas)
Código   
ChronoComments by Joomla Professional Solutions
Enviar o comentário